Mais um certificado RHCE!

20090420_red_hat_cert_eng_logo_clr

É isso aí, no sábado a noite, tendo feito a prova na sexta (17/04/09), recebi o famoso email da Red Hat notificando o resultado da prova:

Dear Carlos Eduardo Pedroza Santiviago:

The results of your RHCE Certification Exam are reported below.  The
RHCE Certification Exam allows candidates to qualify for the
Red Hat Certified Engineer (RHCE) and Red Hat Certified Technician
(RHCT) certificates.  Please note that the RHCE designation is
understood to both include and supersede the RHCT designation.

SECTION I:    TROUBLESHOOTING AND SYSTEM MAINTENANCE
RHCE requirements:  completion of compulsory items (50 points)
overall section score of 80 or higher
RHCT requirements:  completion of compulsory items (50 points)

Compulsory Section I score:                        50.0
Non-compulsory Section I score:                    50.0
Overall Section I score:                           100

SECTION II:  INSTALLATION AND CONFIGURATION
RHCE requirements: score of 70 or higher on RHCT components (100 points)
score of 70 or higher on RHCE components (100 points)

RHCT requirement:  score of 70 or higher on RHCT components (100 points)

RHCT components score:                             100.0
RHCE components score:                             93.3

RHCE Certification:                                PASS

Congratulations — you are now certified as a Red Hat Certified
Engineer!  Your RHCE Certificate number is 805009060438872.

Não sei o que errei, mas acredito que deva ter deixado algum serviço ou configuração inativa após reboot, mas tudo bem! 🙂

Achei o modelo de prova aplicado pela Red Hat muito melhor que o da LPI, já que eles se baseiam em performance do candidato, e não teste de memória que mais se assemelha a LPI. Não posso comentar o conteúdo da prova, mas achei bem interessante. O instrutor, Filipe Miranda, comentou que eles iriam atualizar/melhorar ainda mais, o que eu acho que é de grande valia.

A prova foi muito bem aplicada, e conheci uma rapaziada gente boa, alguns já tinham feito a prova e não passaram, outros estavam realizando pela primeira vez. Percebi que a porcentagem de reprovação nesse exame é bem alta, e provavelmente deve aumentar, exigindo ainda mais dos candidatos: ótimo! Bom para os profissionais certificados e melhor ainda para as empresas que precisam dos mesmos!

Agora, vou aproveitar as merecidas férias, recarregar as energias necessárias, pois a próxima prova que farei é da certificação CISSP, uma das mais reconhecidas na área de segurança da informação.

Preparação para a prova RHCE, parte 3

Eis a estrutura que montei para fazer os testes de ambiente:

Lab RHCE

Lab RHCE

Todo esse ambiente foi montado usando a estrutura padrão oferecida pelo Fedora 10, em um MacBook com 2.5GB de RAM e com KVM/QEMU, sem a necessidade de instalação de pacotes externos para virtualização, tais como VMware, Xen, VirtualBox, etc. Eles também podem ser usados, e de certa forma até facilitariam a instalação, mas nada como um desafio e um ambiente novo para se aventurar.

Os arquivos XML dessa estrutura estão disponíveis aqui:

Download: lab-rhce.tar.gz  lab-rhce.tar.gz

Preparação para a prova RHCE, parte 2

Alguns outros materiais de suma importância para a certificação:

  • RHEL Installation Guide: explica em detalhes o processo de instalação, e também uma série de informações sobre como ser bem sucedido na resolução de possíveis problemas durante a instalação;
  • RHEL Deployment Guide: esse é o “manual” do RHEL. Abrange todos os aspectos de configuração do servidor, indispensável;
  • RHEL LVM Administrator’s Guide: manual detalhado de administração do LVM. Tudo que você possivelmente quis saber sobre LVM é coberto aqui.

Depois provavelmente vou gerar uns scripts para “estragar” instalações RHEL/CentOS. Assim, será útil para quem quiser praticar bem antes de realizar a prova.

Preparação para a prova RHCE

A partir do dia 30/03, iniciei a preparação para a prova RHCE. Sempre tive vontade de fazer essa prova, mas até então os custos eram impeditivos: viagem para São Paulo (R$ 700,00) + Estadia (R$ 300,00) + Prova (R$ 1290,00).

rhce logo

Felizmente consegui convencer o corpo gerencial a aprovar essa certificação (e diga-se de passagem que estão preparando investindo bem em treinamentos). Por isso, não gostaria de reprovar nessa prova, assim como foi na LPI 303 (tirei 460 de 500, mínimo).

Os materiais que irei usar como base são: RH300 RHCE “Rapid Track” Course e RHCE Red Hat Certified Engineer Linux Study Guide Exam RH302 5th Edition.

Tentei fazer uma equivalência entre os dois conteúdos, montando um roteiro a ser seguido. O cronograma será o abaixo:

Guia de Estudos RHCE
Data RH300 Study Guide
30/03/09 1. Essentials 1. RHCE Prerequisites
31/03/09 2. Kernel Services 8. Kernel Services and Configuration
01/04/09 3. Filesystem Management 4. Linux Filesystem Administration
02/04/09 4. User Administration 5. User Administration
03/04/09 5. Local Security (?) 14. X Window System
04/04/09 6. Advanced Partitioning (?)
05/04/09 7. Installation 2. Hardware and Installation
06/04/09 8. System Initialization 3. The Boot Process
07/04/09 9. RPM, YUM, RHN 5. Package Management
08/04/09 10. System Administration 7. System Administration Tools
09/04/09 11. Network Configuration 13. Other Networking Services
10/04/09 12. Network Security 15. Securing Services
11/04/09 13. Network File Sharing 10. Network File Sharing Services
12/04/09 14. Network Infrastructure 11. Domain Name Service
13/04/09 15. HTTP Service 9. Apache and Squid
14/04/09 16. Mail Service 12. Electronic Mail
15/04/09 17. Troubleshooting 16. Troubleshooting
16/04/09 Revisão e viagem
17/04/09 Prova

Como mostra no planejamento, tentei fechar o assunto do Study Guide com o do RH300. Aparentemente, o Study Guide está mais organizado que o RH300, pois parte desde o momento da instalação até investigação de problemas. Se no final ficar ruim, provavelmente eu altero.

LPI 303 vem aí…

Pois é, há muito tempo sem postar resolvi deixar a preguiça de lado e escrever alguma coisa. Bom, ontem recebi um email da 4linux anunciando, assim como em 2006, que foi o local escolhido para piloto das provas LPI nível 3.

Assim como naquela ocasião, eu espero passar nessa prova também! Como foi explicado no email, serão priorizados aqueles que tem nível 3, 2 e 1. Espero não ser esquecido! 🙂

Pois bem, mas o que vai ser cobrado? No wiki LPI, são listados os conteúdos da prova:

  • Topic 320: Cryptography
    • 320.1 OpenSSL
    • 320.2 Advanced GPG
    • 320.3 Encrypted Filesystems
  • Topic 321: Access Control
    • 321.1 Host Based Access Control
    • 321.2 Extended Attributes and ACLs
    • 321.3 SELinux
    • 321.4 Other Mandatory Access Control Systems
  • Topic 322: Application Security
    • 322.1 BIND/DNS
    • 322.2 Mail Services
    • 322.3 Apache/HTTP/HTTPS
    • 322.4 FTP
    • 322.5 OpenSSH
    • 322.6 NFSv4
    • 322.7 Syslog
  • Topic 323: Operations Security
    • 323.1 Host Configuration Management
  • Topic 324: Network Security
    • 324.1 Intrusion Detection
    • 324.2 Network Security Scanning
    • 324.3 Network Monitoring
    • 324.4 netfilter/iptables
    • 324.5 OpenVPN

Só de olhar os tópicos gerais, dá pra ver que é MUITA coisa. Alguns dos assuntos eu sei, outros nem tanto. Algumas aplicações eu já instalei e configurei, e outras eu só vi.

A prova será no dia 20 de Dezembro. Ou seja, contando a partir de hoje, praticamente 16 dias para aprender/relembrar tudo isso. E nessa época de festas, final de ano, talvez não sobre muito tempo, mas vamos ver o que dá pra fazer!

Ainda bem que eu gosto da área de segurança, senão…